Essa carta é muito importante!


Então leia cada linha com atenção.


Eu acabei de desligar uma conversa telefônica, onde conversei com 3 estudos de caso do Vitamina V que estão liderando o mercado em suas cidades e vendendo mais de 300 mil reais em fotos por ano.


Inclusive, um deles já fechou 100 mil de faturamento só de janeiro a março deste ano de 2019.


A sacada é que os 3 tinham uma coisa em comum.


E eu encerrei a ligação decidido que essa coisa em comum é um dos fatores que podem influenciar a probabilidade de você revolucionar o seu negócio e também liderar o seu mercado depois de participar do evento Vitamina ao Vivo, em São Paulo, que vai acontecer no dia 22 de abril. 


Antes de te falar que ponto em comum é esse, deixa eu te contar uma situação que aconteceu com um aluno do Vitamina V depois que ele voltou de um encontro ao Vivo comigo, em 2016.


Nas próprias palavras dele, ele voltou do encontro completamente alucinado.


Depois de passar o dia imerso em resultados, ele viu que era possível faturar muito com a fotografia e sabia exatamente os métodos para fazer isso, com a maior clareza que ele já teve na vida.


Aí ele chegou em casa naquele estado de empolgação absurda e foi falar com a esposa.


- Caraca, o evento foi foda! Minha cabeça explodiu. A ficha finalmente caiu. A resposta tava na minha cara o tempo inteiro. Agora eu sei exatamente o que eu preciso fazer para o nosso negócio decolar. Está claro como água. A nossa vida vai mudar. 


E o que a esposa respondeu foi isso:


- Nossa, que legal. Fico muito feliz por você. 


Ela ainda deu aquele tapinha nas costas de incentivo e emendou com:


- Você pode colocar o lixo para fora?


O fato é o seguinte:


Praticamente todo mundo que volta de um encontro como Vitamina ao Vivo tem sua própria versão do ‘lixo para fora’. 


E não precisa ser só marido e mulher não. 


Se é com o seu chefe, as chances são que ele mal vai ouvir o que você está dizendo e já vai te encher de outros serviços. 


Se é com o seu sócio, as chances são que ele vai achar que fez a maior burrada do mundo em começar uma sociedade com um louco como você. 


Não importa quem seja a pessoa do outro lado, a história se repete porque segue mais ou menos a mesma fórmula. 


Você chega louco alucinado de um evento que a pessoa nem sabe direito do que se trata.


E você fala na maior empolgação do mundo que vocês vão fazer 100 mil reais em fotografias.


Porque, para você, isso é possível e está muito claro.


Mas pra ela não está. Ela provavelmente pensa que você está falando de algum esquema ou alguma cilada. 


Por que isso acontece? 


Porque essa pessoa não teve o contexto que você teve dentro do evento ao vivo. Ela não estava lá, não viveu o que você viveu.


Ela não assistiu cada detalhe de cada palestra, não conversou frente a frente com muitas pessoas que estão transformadas, nem teve a oportunidade de perguntar e tirar suas dúvidas.


Como é que você quer que ela entenda e te apoie se ela não estava lá?


Sinceramente, nem dá para culpar essa pessoa.


Provavelmente você e eu faríamos a mesma coisa que ela, se estivéssemos na mesma situação.


Agora, lembra dos 3 estudos de caso que eu ouvi no telefone? 


Todos esses empreendedores passaram por uma situação bem parecida com a que eu acabei de te contar.


Todos eles estavam com sangue no olho para aplicar o VItamina V. Com sangue no olho para fazer 100 mil reais em fotos.


Só que os cônjuges não queriam de jeito nenhum. 


Eles estavam mais interessados que o lixo de casa fosse trocado. Talvez para não encher a cozinha de insetos, sei lá. 


No primeiro caso, por exemplo, o cara me conheceu pessoalmente no final de 2016, no ano que trabalhava em outra área com a atual parceira.


Desde essa época ele tentava convencê-la a entrar no jogo com ele. E ela batia o pé que não queria, porque não acreditava no Vitamina V. 


Não acreditava que podia ter resultados grandes se aplicasse o Vitamina V.


Mas foi vencida pelo cansaço. Para você entender o nível de insistência do marido, eles trabalhavam juntos em outra coisa na época e ela queria crescer naquela empresa, mas ele queria mergulhar na fotografia.


Aí ele prometeu que montaria um negócio do zero pra empregar eles dois e trabalharia 20 horas por dia se ela aceitasse tentar o Vitamina. 


Ela até brinca que ele tava tão comprometido em seguir os métodos que eu era tipo o "amante" daquele relacionamento.


No primeiro mês depois do curso, fizeram um total de zero vendas. E o choque de realidade foi tão forte que, nas próprias palavras dela, o marido entrou em estado de luto.


Ele queria desistir. 


Curiosamente, quem não deixou a peteca cair foi a esposa. Ironicamente, a mesma que no início não acreditava que o Vitamina era capaz de gerar resultados reais e constantes.


Foi ela que segurou na mão dele e disse que aquela era só uma pedra no caminho e que eles iam fazer acontecer. Que iam viver bem de fotografia.


Semana passada, eles fecharam 102 mil em vendas, só em 2019. 


É aí que entra o ponto em comum dos 3 estudos de caso que eu te falei no início dessa carta. 


Um dos fatores que podem influenciar a probabilidade de fazer uma avalanche de vendas depois do Vitamina ao Vivo. Pensa comigo.


O evento é em São Paulo. Se você não mora lá, as chances são que tem que entrar no site da cia aérea, seja qual for, Azul, Gol ou Tam e comprar sua passagem.


Na data marcada, vai sair de casa, encarar a fila do embarque, entrar no avião e voar algumas horas, talvez com um bebê chorão ou um passageiro folgado do lado, até desembarcar no aeroporto de Guarulhos ou Congonhas.


De lá, é possível que você tenha que ficar um tempo no trânsito de São Paulo até chegar no hotel para fazer check-in. 


Talvez dê para descansar um pouco, talvez seja só o tempo de deixar as malas e ir para o local do evento, o Areópago Eventos.


Chegando lá, você passa pelo cadastramento e é possível que encare outra fila até entrar no salão e escolher a melhor cadeira para absorver todo o conteúdo.


Aí você fica o dia todo, completamente imerso em resultados, ouvindo palestras de quem teve alguma sacada que deu muito certo. 


Ao final do dia, as chances são que você vai estar absolutamente alucinado.


Porque finalmente está vendo um monte de coisa que tava escancarada na sua frente e você não conseguia ver. 


Eu não sei qual é a sensação que você tem quando está alucinado, se o coração acelera, se o corpo arrepia, se você sente a circulação agitada nas veias. O fato é que é um nível de empolgação absurda.


Aí você tem que voltar para casa. Faz todo o trajeto do hotel para o aeroporto, encara fila no embarque, passa algumas horas espremido no avião até desembarcar na sua cidade. 


Você chega em casa quase explodindo de empolgação. Precisa falar para o seu marido, esposa, sócio ou amigo o que aconteceu.


E você conta. Você conta detalhes, a sacada de fulano, a sacada de ciclano. Você simplesmente não consegue desver o que viu no evento ao vivo. 


Aí você espera a reação do outro lado. Será que também vai acelerar o coração da pessoa? Será que vai arrepiar? Será que ela topa? O que ela vai responder?


E a resposta que você leva é um: 


Que legal. Fico feliz por você... Ah, você pode levar o lixo para fora?


É possível que você fique tão em choque, o balde de água fria seja tão forte que sua única reação é realmente levar o lixo para fora. 


Agora, deixa eu te explicar exatamente o que significa levar o lixo para fora. 


Para alguns, é literalmente pegar o saco de lixo e levar para fora de casa. Esse é o meu caso.


Mas para outros não é tão literal assim. De todo modo, é como se sua vida fosse um navio e você tentasse navegar com a âncora na água. 


Dá para fazer? Até dá, mas é infinitamente mais difícil e demora muito mais. 


Se você nunca andou de navio, então pensa no seu carro. Tenta dirigir com o freio de mão meio puxado. 


Até dá, mas é mais difícil. E, de quebra, você ainda corre o risco de romper o cabo do freio de mão do carro.


O lance é o seguinte. A sua âncora ou freio de mão é justamente a pessoa que você mais ama ou a que você mais quer que te apoie. E, ironicamente, é essa pessoa que vai te frear quando você voltar do Vitamina ao Vivo, em abril. 


E sabe qual é o pior? Você nem pode culpar essa pessoa. 


Porque ela vai fazer isso com a melhor das intenções. Ela te ama, quer te proteger das dificuldades do mundo. 


Só que, enquanto você não remover suas âncoras, as chances são que essas duas coisas ruins vão acontecer. 


A primeira coisa é que vai ficar difícil implementar o Vitamina V. Porque, em vez de ter uma pessoa te apoiando, você vai ter uma âncora em casa te freando.


Às vezes ela vai te falar que é loucura o que você está fazendo. Outras, você vai sentir o impacto da freada só com o silêncio, com um gesto ou um olhar que ela te lança.


A segunda coisa é que não é só o seu negócio que vai sofrer. A sua vida pessoal tende a sofrer também, desnecessariamente. 


Quem sabe, em vez de levar o lixo para fora, você jogue seu relacionamento no lixo. 


Estou te falando isso porque, se você não levar pelo menos uma das suas âncoras (marido, esposa, chefe, amigo, sócio) para o Vitamina ao Vivo, pode ter que carregá-las pelo resto da sua carreira.


Você vai passar 2019 inteiro com o navio praticamente parado no porto.


Posso te dar um conselho?


Meu conselho é que você compre mais um ingresso.


Justamente para a pessoa mais próxima de você, sua esposa, marido ou sócio, por exemplo.


Não importa se ele já fez o Vitamina V ou não.


A sua hora de remover a âncora é agora.


Clique no botão abaixo e compre o ingresso desse acompanhante, porque você tem esse direito e os ingressos estão acabando.


Se você não comprar, a dor é sua, a responsabilidade é sua.


E quem vai ter que literalmente lidar com o peso da sua decisão é você.


A próxima oportunidade de remover essa âncora vai ser só em de 2020.


O que significa que você vai passar cerca de 12 meses, mais de 54 semanas, mais de 365 dias, mais de 8.760 horas com essas âncoras na sua vida.


E o mais louco de tudo isso é que a única coisa que você tem que fazer é comprar mais um ingresso e ir para o Vitamina ao Vivo.


Porque não é você que vai remover sua âncora...


Eu que vou.


Eu vou fazer o trabalho duro por você.


É só você sentar lá, pegar uma pipoca e esperar que eu faça a mágica. É só colocar a âncora na minha frente.


Esse é o resultado mais preguiçoso que você vai ter na vida.

INFORMAÇÕES SOBRE O CONGRESSO VITAMINA AO VIVO - MUITO IMPORTANTE

QUERO COMPRAR MAIS UM INGRESSO

Abraço,

Eduardo Vanassi


PS: Ontem eu estava lendo um relato sobre uma coisa interessante. Era sobre uma guria que está no meio de uma dieta para emagrecer e o marido dela não está. 


Em um domingo desses, eles passaram a tarde toda maratonando no Netflix, naquele clima de chuva e preguiça. 


A probabilidade de eles cozinharem alguma coisa era praticamente zero.


Quando foi de noite, ele sugeriu pedir uma pizza da pizzaria favorita deles, a pizzaria Nona Pinna. 


Ela respirou fundo, contou até 10 e recusou a oferta.


Porque já tinha aguentado o dia inteiro e não queria quebrar a dieta só no domingo.


Nas próprias palavras da guria, foi aí que o marido apelou para as forças dela. 


- Ah, então você vai ter que ser forte porque eu quero comer uma pizza hoje.


Não satisfeito, ele ainda fez com que ela ligasse para pedir aquela pizza portuguesa que os dois adoram.


Ele comeu na frente dela, quase como um desafio. 


Ela teve que se contentar com uma omelete para não quebrar o compromisso da dieta. 


O pior de tudo é que sobrou pizza.


E ela passou a noite inteira salivando. Cada minuto pensava em desistir da dieta.


Sinceramente, essa guria devia ser uma heroína. 


O fato é que ela conseguiu aguentar essa situação por um dia. Mas será que aguentaria por 365 dias? 


As chances são que não.


Ou ela não aguenta ou o relacionamento dela não aguenta. 


E eu te pergunto diferente: 


Será que você aguenta esse tipo de situação? 


Será que o seu relacionamento aguenta? 


É assim que você quer passar o seu próximo ano? 


Com um objetivo importante na sua vida, mas tendo que lidar com âncoras que te dão vontade de desistir desse objetivo? 


A solução está escancarada na sua frente. Acessa o link acima.


Senta, pega uma pipoca e me deixa fazer esse trabalho duro por você. 


PS2: Além de ter pedido a pizza para o marido, foi ela que pagou. Ela passou a pizza no cartão dela.